Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Seja Você (De: Jeremias Veneziani Para: Camila Souza)


Não espere um sorriso para ser gentil...
Não espere ser amado para amar.
Não espere ficar de luto, para reconhecer quem hoje é importante para você.
Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar.
Não espere a queda para lembrar-se do conselho.
Não espere a enfermidade para reconhecer quão é frágil a vida.
Não espere ter dinheiro aos montes, para então contribuir.
Não espere por pessoas perfeitas para então se apaixonar.
Não espere a mágoa para  pedir perdão
Não espere a separação para buscar a reconciliação
Não espere elogios para acreditar em si mesmo
Não espere a dor para acreditar em oração
Não espere o dia da sua morte sem antes....

AMAR A VIDA

Seja sempre você, autêntico e único

Amor e mais nada...

Exatamente o que eu quero...
É olhar pra você e encontrar teu olhar em mim, me sentir acanhada e ver seus lábios sussurrando "eu te amo" enquanto olha nos meus olhos...
É sentir o teu cuidado arrumando meu cabelo atras da orelha...
É ser surpreendida com um abraço seguro e acolhedor na frente dos amigos...
É me ouvir atentamente e ter paciência comigo quando eu estiver na "TPM"
É dar risadas juntos, é me irritar e depois me agradar, mais não me agradar só quando eu estiver irritada...
É me surpreender com pequenos detalhes, como um presente fora de ocasião...
É assumir pro mundo que me quer e que é feliz ao meu lado...
É ter a certeza que é isso mesmo que sente...
É ser verdadeiro até quando eu perguntar o que achou da minha roupa mesmo que eu não goste da resposta...
É fazer um álbum com as nossas fotos e ter orgulho de mostrar pra todo mundo e dizer, é minha mulher...
É fazer pra mim o que gostaria que eu fizesse por você, e acredite, eu faria muito mais do que tudo isso.
Agora pergunto, será que estou pedindo demais?

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Anestesia

A dor nem sempre é algo sofrido e amargo, existem dores que por serem tão grandes acabam nos anestesiando ao invés de causar o choro....
Preocupante não é o sofrimento, a raiva, o excesso de sentimento é completamente natural, o que me preocupa é quando já não existem mais lágrimas nem raiva alguma, a ausência de sentimentos no momento em que eles deveriam estar em guerra...
E apesar da dureza, eu sinto essa anestesia como se ja fosse o fim, de dizer não aguento mais, preciso de uma mudança...Leva-me Senhor...
Isso que me anestesia, que  me faz vegetar, viver como nada mais me importasse...
 sem tristeza, ao lado do Pai, era tudo o que eu queria, uma morte para a vida...
Leva-me, Senhor...

terça-feira, 9 de agosto de 2011

O que eu quero com você?

Ser feliz, sem medos, sem vergonha, sem nada a esconder...
Poder andar de mãos dadas, sentir o carinho no rosto no final da tarde e beijos de chocolate...
Sentir alegria em estar perto, saudade em estar longe e vontade de ver todos os dias...
Não se preocupar com o que os outros vão dizer, só com que filme vamos assistir juntinhos embaixo do edredom...
Mudar a vida, os sonhos, a maneira de viver, o status, o relacionamento e o pensamento em função de alguém, e isso não ser nenhum sacrifício, pelo contrário, ser mais um passo nesse caminho complexo da felicidade...
Ver tudo acontecer naturalmente, sem pressão, sem cobrança, e o sentimento fluir apaixonantemente em ambos os corações, sem diferenças, tudo igual, tudo recíproco...
E depois de tudo isso, ouvir a doce voz de Deus dizendo, ainda não acabou...

Inteira e recíproca

Eu aprendi que, na vida há muitas coisas que não voltam atras, uma dela é uma oportunidade perdida.
Se você tem a chance de ser feliz, não perca oportunidades, conquiste, invista, busque com garra por aquilo que almeija, e assuma, sem se preocupar com o que os outros vão dizer, assuma erros, assuma sentimentos e pessoas, porque as vezes agimos de um modo desnecessário, porém o que precisamos é só de atenção.
Quando se tem alguém a felicidade completa é uma felicidade assumida em par, caso contrário não deixa de ser felicidade, mais não será completa, e algo só é de Deus se é completo porque Ele nunca dá nada pela metade.
Eis o pensamento de alguém que dá valor nas pequenas coisas...

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Sem julgamentos, só sentimento...

Sabe aquele sentimento que vem na hora em que menos se espera, pega a gente de surpresa, quando já não se espera mais que ele chegue...
Eu fui surpreendida, eu sinto hoje algo que jamais havia sentido por ninguém, e como eu queria, a como eu queria me entregar...
Porque será que tudo se torna muito mais difícil quando é pra gente?
Pela primeira vez na vida eu sonhei em me casar, nada de véu, grinalda, apenas o fato de passar o resto dos meus dias ao lado dele, de ser mãe dos filhos dele...
É até difícil pra mim dizer isso aqui assim, mais a sinceridade é o que me move e através dela que jogo palavras fora aqui...
Nesse momento eu sinto meu peito apertado, como se estivesse para perder algo muito valioso, que eu queria aqui perto, mais isso, essa vontade de te-lo aqui perto, pra mim, só pra mim, isso é o que me faz ter forças para não chorar...
Por menos tempo que haja, por mais que eu tente me controlar, é isso que eu sinto, quando me pego olhando pra sua foto e sorrindo na frente do computador, eu sinto que preciso muito mais de você do que imagino.
Eu sou assim, se quero é intenso, é verdadeiro, eu assumo, eu cuido, eu zelo, eu abraço...
Sei que cada um pensa de uma forma, mais minha certeza é que todo mundo que gosta faz o mesmo, quer o mesmo...
Sabe, todo mundo tem princípios, tem objetivos, tem algum foco na vida, e mesmo que esqueçamos alguns deles, sempre permanece um que nos lembrará do que queremos realmente...
Pra mim tudo perde o sentido quando penso no que quero: você. Nem princípios, nem objetivos, meu foco é te fazer feliz, isso em pensamento, mais eu não posso agir assim, eu não posso me entregar assim...
Eu gosto, eu cuido, eu zelo, eu assumo, eu quero e eu preciso do mesmo, se não for pedir muito, porque acho que quando realmente se quer algo se faz de tudo para te-lo, e como eu já demonstrei que posso ser carinhosa, compreensiva, ciumenta, e tenho muito querer em te fazer feliz só peço isso em troca: cuida de mim, zela por mim, goste de mim, me assuma... É pedir demais?
Por favor não exija muito de mim, que eu seja compreensiva além da conta, que eu deixe os ciumes de lado, eu já te mostrei o que pode conquistar sem mim, já te dei a chance de se livrar de mim, já pedi pra ir atrás do que quer, mais se o que quer for a mim, então, não peço muito pra poder te dar toda minha dedicação, só que me queira tanto quanto eu te quero.
Quanto eu te quero?
O suficiente pra mostrar pro mundo minha felicidade, pra dizer Eu te amo e saber que haverá reciprocidade, haverá troca, sentimentos do mesmo tamanho, sem diferenças, tudo igual...
Eu não quero pressão, nem remorsos, muito menos pena, sem perguntas, sem julgamentos...
Eu escrevi sim, tudo o que estava sentindo, mais não pra ser apontada como a errada ou a certa, simplesmente porque precisava eu mesma das minhas respostas e agora as tenho e junto de tudo isso o alívio de ser capaz de resumir em um texto o que não pude escrever em dias...
Desabafo...

(Desabafo do desabafo: eu não sei o que é pior, jogar tudo no ventilador ou ficar calada sem ser notada...)

LinkWithin

Espalhe por aí