Páginas

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Single de uma história

Depois de muito tempo, me bateu uma vontade de escrever, de aflorar minha sensibilidade, aí me peguei pensando no que sinto quando escrevo...
Sabe aquele momento que todo mundo passa, quando precisa de palavras sinceras, quando uma situação exige que todo o nosso coração se resuma em palavras e neste momento não sabemos o que dizer, e muitas vezes perdemos uma tão sonhada chance por simplesmente nos esquecermos de quem somos, que somos sim capazes de sermos sensíveis e de sonharmos e de amarmos mesmo quando o mundo, a correria, o dia a dia nos toma por inteiros...
Ufa...to chegando lá ...
Então, é assim que eu me sinto quando não escrevo, consumida pela carrasca rotina, e é assim que eu me sinto quando escrevo, capaz de amar, com a sensibilidade aflorada e com o coração totalmente entregue as palavras...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Espalhe por aí